TEMPLO CENTRAL

Rua São Paulo, 1341, Lourdes

Belo Horizonte/MG 30.170-131

TELEFONE
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

31. 3303-4000

© AD Belo Horizonte - Pastor Presidente Simoni Hélio de Moraes | Ano 2016 | Todos os direitos reservados.

Hoje existe uma nova compreensão da necessidade do cuidado integral a ser oferecido aos missionários. Isto não significaria mimar os missionários, mas estar disponível, acessível, interessado e disposto a caminhar junto dos missionários em suas lutas e sofrimentos, geralmente muito mais intensos, do que as tenções e dores que enfrentam aqueles que permanecem na sua Pátria, entre sua família e no contexto de sua igreja.

 

Jó fica muito aborrecido e decepcionado com o apoio que o seus amigos não o deu. Ele procurou levar os amigos a entender que seus desabafos são fruto de um sofrimento muito intenso e de difícil compreensão. Ele chama seus amigos de médicos que não cura nada e de acusadores injustos, em vez de amigos que estão ao lado dele com a atitude de Misericórdia. Depois, chama os de consoladores inúteis, porque não param de acusá-lo em vez de oferecer encorajamento e consolo. Mais tarde, ele clama por misericórdia de seus amigos, mas esses não o oferecem, pois estão mais preocupados com a defesa de sua teologia ortodoxa, sem Misericórdia.

 

Infelizmente, podemos encontrar em nosso meio atitudes semelhantes diante de vários tipos de sofrimento, de missionários muitas vezes pouco preparados, que receberam orientação insuficiente e falta de apoio pastoral no momento de grandes lutas, e quando voltam, encontrou sua igreja e seus irmãos na fé insensíveis e dispostos a descartá-los.

 

Na igreja podem ouvir expressões como querido irmão, que Deus te abençoe, se estiver sofrendo, louve a Deus, e tudo ficará muito bem, mas com uma falta total de disposição para ouvi-lo, compreendê-lo e apoiá-lo.

 

E se o missionária não superar a crise, os irmãos podem se afastar, e começam a dizer essa pessoa parece que tem um problema espiritual, transmite uma sensação de opressão e afasta-se do missionário.

O missionário deve ser recebido com amor. Geralmente chega cansado do campo, e com muitas dores a ser tratadas. Não precisa de um acolhimento de herói, mas de um ser humano querido. Que a liderança da igreja e da missão de assistência pastoral ao missionário, ouvindo-o, sabendo como está como pessoa, quais são suas lutas e dores, onde precisa de ajuda.

 

Que Deus nos torne pessoas mais parecidas com Jesus e menos com os fariseus!

Please reload

Destaques

Nota de Falecimento - Pastor Nicodemos de Souza

30/09/2019

1/10
Please reload

Posts recentes